Contabilidade dos clubes de futebol é discutida em reunião no CFC

https://cfc.org.br/feed/

Por Maristela GirottoComunicação CFC

O presidente do Conselho Federal de Contabilidade (CFC), Zulmir Breda, recebeu, na quarta-feira (12), integrantes de um Grupo de Estudos (GE) ligado à Associação Brasileira dos Executivos de Finanças dos Clubes de Futebol (Abeff), para tratar da contabilidade dos clubes de futebol.

Participaram da reunião, no CFC, Roberto Aurélio Merlo, coordenador do GE e vice-presidente Técnico do Conselho Regional de Contabilidade de Santa Catarina (CRCSC), e os representantes de empresas de auditoria Carlos Aragaki, Luiz Gonçalves de Oliveira Júnior e Francisco Clemente Pinto. Eles explicaram a origem do Grupo, que se formou para auxiliar a Associação Chapecoense de Futebol após o acidente com o avião do time, em novembro de 2016.

Os membros do GE apresentaram ao presidente do CFC cinco propostas, que,
segundo eles, são resultados de um estudo feito pelos integrantes do Grupo,
visando melhorar a contabilidade dos clubes.

“Retomar o Grupo Especial de Estudos para Entidades Esportivas com o Conselho Federal, unido forças com o Grupo Contábil dos Clubes de Futebol; sugerir melhoria na norma contábil existente ITG 2003(R1); solicitar maior fiscalização do Conselho sobre as informações contábeis divulgadas das entidades desportivas; auxiliar na elaboração de material técnico para padronização das informações contábeis das entidades desportivas (Manual Contábil do Setor); e solicitar ao Conselho Federal o desenvolvimento de programa de educação continuada específico para entidades desportivas, programa este que seria desenvolvido em conjunto com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e a Autoridade Pública de Governança do Futebol (APFUT)”. Essas são as propostas expostas na reunião.

Da esq. para a dir.: Carlos Aragaki, Roberto Aurélio Merlo, Zulmir Breda, Luiz Gonçalves de Oliveira Júnior e Francisco Clemente Pinto.

Zulmir Breda lembrou o trabalho feito pelo CFC para a elaboração da
norma Interpretação Técnica Geral (ITG) 2003, que dispõe sobre entidade
desportiva profissional e foi publicada em 30 de janeiro de 2013.
Posteriormente, em 2017, houve a primeira revisão (R1) desta norma. Na ocasião,
conforme recordou o presidente do CFC, fizeram parte do grupo, constituído pelo
Conselho Federal para revisar a ITG 2003, representantes de clubes, de empresas
de auditoria, do CFC, da CBF e da APFUT.

O presidente sugeriu, posteriormente, o agendamento de uma próxima reunião, convidando novamente os membros da CBF e da APFUT para tratar, com o vice-presidente Técnico do CFC, Idésio Coelho, e com os integrantes do GE, a viabilidade das propostas apresentadas pelo Grupo de Estudos vinculado à Abeff.



Fonte: Contabilidade dos clubes de futebol é discutida em reunião no CFC

#oliveiramartins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *